Páginas

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Ipiaú: Equipe do futebol feminino realiza amistosos e encontra barreira em falta de apoio‏


Grupo busca apoio para realização de Campeonato e Futebol Feminino.
A equipe do Alto da Carolina de futebol feminino de Ipiaú vem realizando alguns amistosos na região visando a disputa de competições importantes do futebol feminino. No entanto, uma grande barreira que as atletas tem enfrentado é a falta de apoio, como de praxe. Não é desconhecido pra ninguém, que o futebol feminino, de maneira geral, é muito desvalorizado, não tendo a visibilidade e o apoio necessários. Mesmo as atletas da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, em sua maioria, precisam dividir o esporte com o trabalho do dia a dia, pois os clubes não podem pagar bons salários e alguns deles, inclusive, estão perto de fechar as portas por falta de patrocínio. Umas das poucas exceções que podemos mencionar é a Seleção de Futebol Feminino de São Francisco do Conde, que há anos recebe muito apoio do poder público, já teve jogadora convocada pra Seleção Brasileira, é uma das principais equipes do Brasil, e se isso ainda fosse pouco, este ano contou com a experiente atleta Formiga em seu elenco. As meninas do Alto da Carolina querem representar Ipiaú, desenvolver os seus talentos e querem mostrar que futebol também é para mulher. (GIRO/Romário Henderson)

domingo, 11 de setembro de 2016

Flu de Feira reclama de regulamento da Copa Governador; outros clubes discordam por Matheus Caldas

              Flu de Feira é o atual campeão | Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
 
A Copa Governador do Estado nem começou, mas uma polêmica já surgiu. Em negociação envolvendo os oito clubes da competição, ficou definido o limite de apenas dez jogadores acima de 23 anos, com outros 25 abaixo dessa idade. Entretanto, o Fluminense de Feira, atual campeão (leia mais aqui), se sentiu prejudicado pela escolha.

Mancini não resiste a revés para o Flamengo e é demitido do Vitória por Glauber Guerra

                                                     Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
 
Vagner Mancini não é mais técnico do Vitória. Após pouco mais de um ano e três meses à frente do Rubro-negro baiano, o treinador não resistiu o revés para o Flamengo por 2 a 1, neste sábado (10), no Barradão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, e acabou demitido. A informação foi divulgada por Anderson Barros, gestor de futebol da agremiação. "O profissional Vagner Mancini, que está conosco desde o ano passado, que tem todo meu respeito e consideração pelo que realizou no Vitória, não é mais o técnico do clube. A diretoria vai comunicar os próximos passos em razão das reuniões que temos programadas para definir o futebol do Vitória", disse o dirigente, em entrevista coletiva.  Mancini desembarcou na Toca do Leão em junho do ano passado e conduziu a equipe de volta para a Série A. No entanto, ele já vinha sido contestado pela torcida e parte da imprensa nos últimos jogos por conta dos maus resultados e a entrada na zona de rebaixamento. Em sua quarta passagem no Vitória, o treinador comandou o time em 76 partidas com 33 triunfos, 19 empates e 24 derrotas. Um aproveitamento de 51,75%. Até a diretoria contratar um novo técnico, o assistente Wesley Carvalho ficará no comando do time.

Guto Ferreira aponta dificuldade da partida contra o Náutico e elogia defesa

                                                       Foto: Reprodução / Twitter
O técnico Guto Ferreira, do Bahia, analisou que a partida contra o Náutico, que terminou empatada em 0 a 0 na tarde deste sábado (10), foi muito complicada. Na visão das situações do jogo, o comandante tricolor destacou o fato do time adversário estar motivado pela chegada do técnico Givanildo Oliveira e fez elogios ao setor defensivo, que evitou lances de perigo da equipe alvirrubra quando o Esquadrão esteve com um a menos em virtude da expulsão do lateral Moisés.
 
"Acho que o Bahia fez uma partida extremamente difícil. O Náutico se motivou e voltou a ser uma equipe que no primeiro turno ganhou sete, empatou uma e só perdeu uma aqui [Na Arena Pernambuco]. Viemos jogar aqui com uma mudança de treinador, um treinador tarimbado, da casa, que conhece tudo. E eles têm um bom plantel, bem trabalhado, jogadores extremamente rápidos pelos lados do campo. O Bergson jogando na frente com muita mobilidade e a nossa zaga se portou bem. O Muriel fez uma partida fantástica. 
 
Com o resultado de empate, o Bahia se mantém na sétima posição do certame, com 36 pontos conquistados. Para Guto, o ponto somado em Pernambuco foi importante e o objetivo é vencer a partida contra o Paysandu, na próxima terça-feira (13), na sequência da Segunda Divisão.
 
"Tivemos mais finalizações que eles no primeiro tempo. Eles meteram uma bola na trave, mas também tivemos uma boa chance. Um jogo extremamente parelho. A saída do Moisés nos impediu de dar uma estocada final, mas ainda assim eles não conseguiram fazer o que eles buscavam e nos contra-ataque ficamos próximos de fazer algo melhor. Na somatória final, um ponto que está dentro da perspectiva. Um campeonato disputado como esse é importante somar. Não deu para ganhar, soma. Já são seis partidas sem perder e vamos buscar o triunfo contra o Paysandu".
 
Sobre o fato de mais uma vez ter um desfalque em virtude de suspensão, Guto preferiu não lamentar e argumentou que os contratempos precisam estar no planejamento de um clube de futebol.
 
"Isso tem que estar no planejamento. Se não tivesse contusão, cartões e cansaço, você teria um plantel no máximo de 22 jogadores, mas não é a realidade. Que bom que estamos conseguindo colocar jogadores que mantenham uma equipe competitiva. Esperamos que na partida de Belém do Pará o João Paulo possa estar bem", indicou.
 
Dono de uma boa campanha no segundo turno da competição nacional, o Bahia está há seis partidas sem perder.
(Fonte: BN /Esportes)

Vitória perde de virada para o Flamengo e permanece no Z4

                                                  Foto: Francisco Galvão / Vitória
Não deu para o Vitória. Em duelo disputado neste sábado (10), no Barradão, o Rubro-negro baiano perdeu de virada para o Flamengo por 2 a 1. Zé Love anotou para os donos da casa, enquanto Fernandinho e Gabriel marcaram pelo Fla. Com o resultado, o Leão permanece na 18ª posição com apenas 26 pontos conquistados.
 
O próximo compromisso do time comandado pelo técnico Vagner Mancini é contra o Internacional, quinta-feira (15), às 21h, no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

O JOGO

O técnico Vagner Mancini surpreendeu na escalação e colocou um time mais ofensivo. Ele sacou Amaral e colocou o meio-campista Serginho. Além disso, promoveu a estreia de Zé Love e tirou Fernando Miguel para a entrada de Caíque. 
 
As duas equipes entraram em campo de amarelo em campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.
 
O Vitória iniciou um jogo com uma postura bastante firme e pressionando o adversário, principalmente com Serginho, que apostava nos chutes de longa distância. Aos quatro, o camisa 13 arrematou de longe e Muralha bateu roupa. A bola sobrou Cárdenas, que chutou cruzado. Kieza tentou escorar para o fundo das redes, mas a bola saiu pela linha de fundo.
 
Aos poucos, o Flamengo também começou a se soltar e criar chances de gol. A primeira foi aos 10. Fernandinho recebeu bom lançamento de Jorge, invadiu a área e chutou cruzado para a boa defesa de Caíque. Quatro minutos depois, o Fla teve outra oportunidade com Leandro Damião, que soltou uma boa, mas esbarrou no arqueiro do Leão.
 
Porém, foi o Vitória que abriu o placar no Barradão. Aos 21, Diego Renan chutou fraco de fora da área, mas o estreante Zé Love estava atento e concluiu de carrinho para o fundo das redes.
 
Após o gol, o jogo continuou movimentado com chances para ambos os lados. O Fla tentou em jogadas pelos flancos e chutes de fora da área. Com uma estratégia semelhante, o Vitória quase ampliou aos 39. Serginho, do meio da rua, arrematou de chapa, e Muralha precisou se esticar todo para defender.
 
O Fla chegou ao empate com Fernandinho, aos 43 minutos. Pará tabelou com Willian Arão e cruzou na medida para o atacante, que cabeceou para o fundo das redes.

Segundo tempo
 
O Vitória entrou com o mesmo espírito da etapa inicial e buscou pressionar o Flamengo, mas os visitantes apertaram a marcação e dificultaram os planos do time comandando por Mancini.
 
O ímpeto do Vitória não durou muito. E aos 14, o Flamengo virou a partida. Gabriel tabelou com Diego, ficou de cara com o gol e chutou forte, sem chances para Caíque.
 
O jogo continuou movimentado. O Fla chegou a colocar bola na trave com Leandro Damião, aos 18, enquanto o Leão teve uma boa chance com Kieza em chute de fora da área, aos 22, mas Muralha conseguiu fazer uma excelente defesa.
 
O que já era ruim para o Vitória, ficou pior aos 27. O lateral Diego Renan recebeu o segundo cartão amarelo após fazer falta em Gabriel e acabou expulso. E com isso, o Leão não conseguiu reagir e perdeu por 2 a 1.
 
FICHA TÉCNICA
Vitória x Flamengo 
Campeonato Brasileiro – 24ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 10/09/2016
Horário: 18h30
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Gustavo Rodrigues (SP)
Cartões amarelos: Diego Renan e Cárdenas (Vitória); Rafael Vaz (Flamengo)
Gols: Zé Love (Vitória); Fernandinho (Flamengo)
 
Vitória: Caíque; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan;  Willian Farias, Serginho (Flávio) e Cárdenas; Zé Love , Marinho (Vander) e Kieza (Euller). Técnico: Vagner Mancini.
 
Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Marcio Araujo, William Arão e Diego ( Mancuello) ; Fernandinho (Alan Patrick ), Gabriel (Marcelo Cirino) e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo.
(Fonte: Bahia noticias/Esportes)

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Olimpíada: Renato Augusto revela conversa com Neymar e aponta: 'Está confiante' por Ulisses Gama


                               Olimpíada: Renato Augusto revela conversa com Neymar e aponta: 'Está confiante'
                                                Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
 
Principal referência da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio, o atacante Neymar teve atuações apagadas nas duas primeiras partidas da equipe comandada por Rogério Micale, que empatou sem gols contra a África do Sul e Iraque. Um dos mais experientes do grupo verde e amarelo, o volante Renato Augusto revelou uma conversa com o craque do Barcelona. Segundo ele, o atacante está triste pelos dois primeiros insucessos, mas mantém a confiança em uma classificação para a próxima fase do torneio de futebol masculino. "Eu fui até o quarto dele para conversar, principalmente por ter essa preocupação. Ele ficou triste pelo resultado do jogo [contra o Iraque], mas está confiante, se sentindo bem. Não está feliz com oque está acontecendo, mas está se sentindo bem. Sabe da responsabilidade dele e da importância dele para o grupo. De uma forma geral ele está bem. Ele tem o apoio do grupo, da comissão e nessa hora não há nada melhor do que se fechar para poder vencer", afirmou. Por mais uma vez, Renato Augusto voltou a citar a ansiedade como um fator que vem atrapalhando a equipe brasileira dentro de campo. "Acho que o que mais atrapalha é a ansiedade pelo primeiro gol. Em alguns momentos você acaba sendo um pouco individualista em uma jogada quando deveria ter tocado. Essa ansiedade de querer resolver logo e tirar esse peso das costas está atrapalhando, principalmente pelo fato de jogar dentro de casa. O quanto antes a gente puder fazer o gol, melhor para nos tranquilizar", indicou. Na próxima quarta-feira (10), às 22h, o time canarinho decide a sua vida na competição contra a Dinamarca, na Arena Fonte Nova.

Robson Conceição vence rival do Tadjiquistão e avança às quartas do boxe por Edimário Duplat


                                    Robson Conceição vence rival do Tadjiquistão e avança às quartas do boxe
                                                       Foto: Divulgação
Em sua estreia nas oitavas de final do Boxe, modalidade 60kg masculino, o baiano Robson Conceição derrotou o Tadjique Anvar Yusunov e avançou para as quartas de final da modalidade. Vencendo o primeiro round, o boxeador se aproveitou de uma desistência do rival no segundo round e derrotou o adversário por nocaute técnico. A disputa do Boxe 60kg continua na próxima sexta-feira (12), às 12h45, quando Conceição enfrenta o uzbeque Hurshid Tojibaev.

sábado, 6 de agosto de 2016

Rio 2016: Jogadores de basquete dos EUA se confundem e vão parar em bordel

                                       Rio 2016: Jogadores de basquete dos EUA se confundem e vão parar em bordel
                                                                  Foto: USA Today
Ao menos três jogadores da seleção norte-americana de basquete protagonizaram uma gafe durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. De acordo com o site TMZ, DeAndre Jordan, DeMarcus Cousins e DeMar foram identificados no bordel Termas Monte Carlo, conhecido no centro carioca e que já foi visitado pelos Rolling Stones, quando na verdade procuravam por um spa na última quarta-feira (3). Outros três jogadores da seleção estavam presentes, mas não foram reconhecidos. Testemunhas relataram ao site que os atletas perceberam que não estavam no ambiente que buscavam assim que entraram no bordel, mas mesmo assim consumiram bebidas antes de irem embora rapidamente. O time de basquete dos Estados Unidos estreia nos Jogos Olímpicos neste sábado (6), contra a China.

Rio 2016: Brasil consegue melhor resultado da história na esgrima


                                  Rio 2016: Brasil consegue melhor resultado da história na esgrima
                                                Foto: Divulgação / Rio 2016
A brasileira Nathalie Moellhausen conseguiu uma marca história para a esgrima brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. Neste sábado (6), ela se tornou a primeira atleta do país a ficar entre as oito melhores na modalidade, após derrotar esgrimistas da França e dos Estados Unidos. Nas quartas de final, porém,  Moellhausen acabou perdendo para  a francesa Lauren Rembi por 15x11 – ela chegou a reagir no final para 12x11 após perder por 7x3, mas não conseguiu completar a virada. Renzo Agresta tinha o melhor resultado do Brasil até então em Jogos Olímpicos, após chegar nas oitavas em Atenas e Pequim.

Rio 2016: Handebol e judô estreiam com pé direito para o time brasileiro


                               Rio 2016: Handebol e judô estreiam com pé direito para o time brasileiro
                                    Foto: Daniel Teixeira / Estadão Conteúdo
 
A manhã dos Jogos Olímpicos começou bem para o Brasil. No handebol, a seleção feminina venceu a Noruega, atual campeã mundial, por 31 a 28, e ganhou moral para o caminho para o ouro olímpico. O próximo compromisso do time brasileiro será nesta segunda-feira (8), contra a Rômenia, às 16h40. No judô, Felipe Kitadai venceu o francês Walide Khyar numa disputa emocionante, faltando quatro segundos para o fim da luta.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Ex-goleiro Bruno diz que apanhou muito na prisão e quer dar a volta por cima

© Fornecido por New adVentures, Lda
O ex-goleiro Bruno está preso na Apac (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado) de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte há oito meses. Preso desde 2010, Bruno está com 31 anos, já passou por duas penitenciárias e cumpre pena de 22 anos e três meses pela morte de Eliza Samúdio.
Bruno ainda pode pegar progressão de pena por dias trabalhados e a liberdade pode chegar já em 2018, segundo seus cálculos.
A reportagem do GloboEsporte conversou com o ex-jogador. Ele contou sobre as suas atividades na limpeza da capela e a prova de soldador na Apac , uma ONG que administra prisões e trabalha em conjunto com diversos estados e os respectivos tribunais de justiça buscando "a humanização no cumprimento das penas privativas de liberdade".
A rotina de Bruno inicia às 6h. O seu dia é preenchido com orações, refeições e horário de lazer a partir das 18h. A detenção do ex-goleiro já foi marcada por uma tentativa de suicídio, uma facada que deixou marca e depressão tratada com remédios.
Bruno se dedica agora ao trabalho, aos cursos e aos treinamentos na Apac. Lá, o ex-jogador é tratado pelo nome, usa crachá, não enverga uniformes da secretaria penitenciária e não passa pelas privações e lotações do sistema comum.
O ambiente na Apac é bem mais tranquilo do que nos presídios tradicionais. Na Associação não há o contato com armas e algemas, não há polícia e agentes penitenciários. A base da ONG é a religião e a disciplina. No sistema fechado da Apac de Santa Luzia, há espaço para 120, mas atualmente há apenas Bruno e outros 92.
A reportagem explica que cada "recuperando" tem direito a visita íntima a cada 15 dias. O contato com a família por telefone se dá três vezes por semana, com ligações de cinco minutos, tudo dentro da lei de execução penal.
Bruno contou ao GloboEsporte que está escrevendo um livro com a "verdadeira história" sobre o crime de Eliza Samúdio. Segundo ele, a amizade com Macarrão é coisa do passado, e o presente aponta conformismo com a pena.
Durante a entrevista, o ex-goleiro contou sobre os traumas no cárcere. "Quando você chega no sistema convencional, você é muito maltratado pelos agentes penitenciários, pela direção, mas o que dói mais é você receber a sua visita, a sua mãe, a sua esposa, e essas pessoas chegarem chorando. Isso me doía mais, ver o sofrimento da minha família", recordou Bruno.
O ex-jogador também falou sobre a tentativa de suicídio e a perseguição na Penitenciária Nelson Hungria. "Eu sempre fui muito perseguido e maltratado. Os agentes penitenciários faziam muita covardia. A pressão era muito grande. Eu cheguei ao ponto de perder o equilíbrio, acabei tentando o suicídio amarrando um lençol na grade e me joguei. Acabou que Deus botou a mão naquele momento ali e não permitiu que eu tirasse a minha própria vida. Quando eu saltei da ventana, o lençol partiu. Impressionante. Foi um dos momentos mais difíceis da minha caminhada", lembrou Bruno.
Na mesma prisão, o ex-goleiro disse que recebia muitas cartas de fãs. "Nos dois primeiros anos, eu recebia mais de cem cartas por semana. Com o passar do tempo, vai caindo. E hoje, depois de quase seis anos, eu ainda recebo cartas de algumas pessoas. São atitudes como essa que nos fortalecem. Na situação que eu me encontro, a pessoa dar uma palavra de carinho mesmo sem saber se você é inocente ou não, fiquei muito feliz. São pessoas assim que nos motivam a dar a volta por cima", agradece.
Bruno também relatou que sofreu de depressão na prisão. "Eu tive a infelicidade de me deparar com a depressão. Eu tentava dormir, virava para um lado, para o outro, o sono não vinha. Eu tentei procurar uma saída nos remédios. Isso é muito comum nos presídios. Me fez muito mal. Quando a minha família chegava era nítido como eu estava abatido. Minha mãe se deparava com aquela situação e chorava muito".
Ainda em conversa com o GloboEsporte, o ex-goleiro relata que já perdeu todo o dinheiro que havia juntado. "Muitos acham que eu ainda tenho dinheiro. Mas devido aos anos recluso e aos problemas que tive nessa caminhada, perdi tudo. Não tenho vergonha nenhuma de assumir. Tudo que eu tinha conquistado num período de cinco anos de carreira, nesses seis anos eu perdi. O que sobrou é a vontade de dar a volta por cima, de vencer, de lutar, de reconquistar", garante Bruno.
(Fonte:msn.com)

domingo, 8 de maio de 2016

Saiba quem são os brasileiros classificados para os Jogos Olímpicos Rio 2016

O Brasil terá a maior delegação de sua história nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Como país-sede, o país tem direito a vaga em quase todas as modalidades esportivas, respeitando os critérios técnicos estipulados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e as federações internacionais. De acordo com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), já são 429 vagas destinadas aos atletas brasileiros, superando o recorde de Pequim 2008, quando o Brasil levou 277 competidores.
Esta é a primeira vez que o Brasil se garante nas disputas de badminton, ginástica de trampolim e hóquei sobre grama. Saiba quem são os atletas classificados para os Jogos do Rio: 

(esta lista será atualizada até a segunda quinzena de julho, quando será confirmada a lista final dos participantes)

 

Atletismo

46 vagas garantidas
Feminino*
4x100m
4x400m
Adriana Aparecida da Silva (maratona)
Ana Cláudia Lemos (100m e 200m rasos)
Andressa Oliveira (lançamento do disco)
Cisiane Dutra Lopes (marcha atlética 20km)
Eliane Martins (salto em distância)
Erica Rocha de Sena (marcha atlética 20km)
Fabiana Murer (salto com vara)
Fernanda Raquel Borges Martins (lançamento do disco)
Flavia Maria de Lima (800m rasos)
Franciela Krasucki (100m rasos)
Geisa Arcanjo (arremesso de peso)
Geisa Coutinho (400m rasos)
Graciete Carneiro Santana (maratona)
Keila Costa (salto em distância e salto triplo)
Marily dos Santos (maratona)
Rosângela Santos (100m e 200m rasos)
Vitória Rosa (200m rasos)
Masculino*
4x100m
4x400m
Aldemir Gomes da Silva (200m rasos)
Augusto Dutra de Oliveira (salto com vara)
Bruno Lins (200m rasos)
Caio Bonfim (marcha atlética 20km e 50km)
Eder Souza (110m com barreiras)
Hederson Estefani (400m e 400m com barreiras)
João Vitor de Oliveira (110m com barreiras)
Jonathan Riekmann (marcha atlética 50km)
José Alessandro Bagio (marcha atlética 20km)
Julio Cesar Miranda de Oliveira (lançamento do dardo)
Luiz Alberto Cardoso de Araujo (decatlo)
Marilson Gomes dos Santos (maratona)
Mario José dos Santos Junior (marcha atlética 50km)
Moacir Zimmermann (marcha atlética 20km)
Paulo Roberto de Almeida Paula (maratona)
Solonei Rocha da Silva (maratona)
Talles Frederico (salto em altura)
Thiago Braz da Silva (salto com vara)
Thiago do Rosário André (1500m)

*Atletas qualificados pela obtenção de índices estabelecidos pelas Federações Internacionais e Confederações Brasileiras. No entanto, ainda poderão ser superados por outros atletas que obtiverem melhores marcas até os Jogos. Cada país pode inscrever até 3 atletas por prova. A lista oficial será definida em julho de 2016, quando terminam os prazos para obtenção dos índices.
Badminton
2 vagas garantidas
Masculino
Ygor Coelho
Feminino
Lohaynne Vicente

Basquete

Campeões estaduais: 18 torcidas comemoram títulos pelo Brasil

De norte a sul, muitas torcidas estão em festa. Neste fim de semana, 18 campeões estaduais foram conhecidos. Para você ficar por dentro de todas as torcidas que estão em festa, o Portal EBC preparou a lista das equipes que já se consagraram campeãs estaduais em 2016. Muitos clubes não terão muito tempo para comemorar, já que na semana que vem começa o Campeonato Brasileiro das Séries A e B. Confira.

Campeonato Paulista – Santos Campeão


                              Santos campeão paulista
Creative Commons - CC BY 3.0 - Santos campeão paulista - Divulgação/FPF
Não teve zebra. Depois de derrubar São Paulo e Corinthians, o Grêmio Osasco Audax sucumbiu ao Santos. O Peixe sagrou-se campeão paulista após vencer o Audax por 1 a 0 em partida disputada na tarde deste domingo (08), no Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP). O gol da partida foi marcado por Ricardo Oliveira. O título veio porque o primeiro jogo da final havia acabado em 1 a 1.
A conquista do Santos coroa a oitava final seguida da equipe no Campeonato Paulista. Este é o 22º terceiro título da equipe na história da competição. Na campanha de 2016, foram 11 vitórias, 7 empates e apenas uma derrota. Os artilheiros do Santos no campeonato foram Gabriel e Ricardo Oliveira, com sete gols. (Leia mais).

Campeonato Carioca – Vasco Campeão


                          Vasco campeão carioca
Creative Commons - CC BY 3.0 - Vasco campeão carioca - Vasco/Divulgação
No Rio de Janeiro, o Vasco conseguiu o título do Campeonato Carioca após empatar por 1 a 1 com o Botafogo na tarde deste domingo (8). O Cruzmaltino havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0 e por isso jogava pelo empate na partida, disputada no estádio do Maracanã. Os gols do jogo foram marcados por Leandro (para o Botafogo) e Rafael Vaz (para o Vasco). O 24º título da história do Vasco veio de forma invicta. Ao todo, foram 13 vitórias e cinco empates. O artilheiro do Vasco na competição foi o equatoriano Riascos, com nove gols. (Leia mais).

Campeonato Mineiro – América Campeão


                       América Mineiro
Creative Commons - CC BY 3.0 - América Mineiro - Divulgação/AFC
O América-MG conquistou seu 16º título estadual na tarde deste domingo ao empatar com o Atlético por 1 a 1. O gol do título foi marcado aos 38 minutos do segundo tempo pelo lateral Danilo, que havia feito os outros dois gols da equipe no primeiro jogo da final (que acabou 2 a 1 para o América). A última vez que o Coelho havia vencido o Campeonato Mineiro foi em 2001.
O Galo precisava de uma vitória simples para conquistar o título, mas sucumbiu para o rival que este ano retorna à Série A do Brasileirão. O Atlético começou sem alguns de seus principais jogadores, poupados para as quartas de final da Libertadores da América. O gol dos alvinegros foi feito pela atacante Clayton, aos 12 minutos do segundo tempo. Mas o Coelho conseguiu reagir e empatar o jogo, o que lhe garantiu o título estadual. (Leia mais)

Campeonato Gaúcho – Internacional Campeão


                                                              Inter campeão gaúcho
Creative Commons - CC BY 3.0 - Inter campeão gaúcho - Ricardo Duarte/Internacional
O Internacional mostrou que tem mandado no Rio Grande do Sul, pelo menos em termos de campeonatos estaduais. A equipe venceu, neste domingo (8), o Juventude por 3 a 0 e conquistou o hexacampeonato gaúcho. Os gols da partida foram marcados por Eduardo Sasha, Paulão e Gustavo. Na primeira partida, o Internacional já havia ganho por 1 a 0. Este é o 45º título do Colorado na história da competição.
Na primeira fase do campeonato, o Inter acabou em 3º lugar, atrás de Grêmio e São José. Nas quartas de final, o time eliminou o São Paulo (RS), nas semifinais, o time tirou o São José e, na final, derrotou o Juventude. Ao todo, foram 11 vitórias, 6 empates e apenas 1 derrota (para o Veranópolis na primeira fase). O artilheiro do time é Eduardo Sasha, com seis gols. (Leia mais)

Campeonato Paranaense – Atlético Campeão

Jogando no estádio Couto Pereira, o Atlético conseguiu uma vitória de 2 a 0 contra o rival Coritiba e garantiu o 23º título paranaense de sua história. Os gols da partida foram marcados por Walter e Ewandro. No primeiro jogo da final, o Atlético (PR) já havia vencido por 3 a 0  o Coxa na Arena da Baixada.
Depois de uma campanha irregular na primeira fase (onde usou os reservas em muitas partidas), o time deslanchou nas quartas de final. A partir daí, eliminou o Foz do Iguaçu, o Paraná Clube e a agora o Coritiba. Em 17 jogos, o time teve sete vitórias, cinco empates e quatro derrotas.

Campeonato Pernambucano – Santa Cruz Campeão

Após vencer o primeiro jogo da final por 1 a 0, o Santa Cruz segurou o ímpeto do rival Sport na Ilha do Retiro e garantiu o empate por 0 a 0. O resultado levou o tricolor pernambucano ao seu 29º título na história da competição. O time entrou no campeonato só na segunda fase e teve uma campanha irregular, só se classificando em 4º lugar para as semifinais. Porém, cresceu no final, despachou Náutico e Sport e garantiu o caneco.

Campeonato Catarinense - Chapecoense campeã

Em Santa Catarina, o título ficou com a Chapecoense. O time garantiu o título após empatar por 1 a 1 com o Joinville na Arena Índio Condá. Os gols do jogo foram marcados por Diego Felipe (Joinville) e Bruno Mendes (Chapecoense). O título veio após a Chapecoense vencer o primeiro jogo por 1 a 0 fora de casa. Este é quinto título da equipe na história do Catarinense. O time conquistou 12 vitórias, cinco empates e três derrotas na competição em 2016.

Campeonato Baiano – Vitória Campeão

Depois de ganhar o primeiro jogo por 2 a 0 contra o rival Bahia no último domingo, o Vitória se deu ao luxo de garantir o título com uma derrota. Neste domingo, o rubro-negro perdeu para o tricolor por 1 a 0 no estádio da Fonte Nova e mesmo assim comemorou o 28º título da história do time na competição. A campanha do Vitória teve oito vitórias, um empate e três derrotas.

Campeonato Goiano – Goiás Campeão

No sufoco, o Goiás garantiu o campeonato estadual. Após empatar por 1 a 1 com a equipe do Anápolis no Serra Dourada, o título veio na disputa de pênaltis com uma vitória por 5 a 4. Das 18 finais disputadas neste fim de semana, esta foi a única que foi para as penalidades máximas. O título é o 26º da história do time esmeraldino na competição.

Campeonato Cearense - Fortaleza Campeão

Ao contrário do título do Goiás, a conquista do Fortaleza veio com muita tranquilidade. Depois de vencer o primeiro jogo por 4 a 1, o Fortaleza garantiu o seu 41º título estadual com um simples 1 a 0 contra a equipe do Uniclinic. A campanha do time no Cearense teve 18 jogos, 12 vitórias, 4 empates e três derrotas. O artilheiro do time no campeonato foi Anselmo, com sete gols.

Campeonato Paraense – Paysandu Campeão

Com direito a gol relâmpago, o Paysandu venceu o São Francisco por 2 a 1 e se sagrou campeão paraense pela 46ª vez. O jogo único da final começou com bola na rede: Fernando Lombardi marcou para o Papão com 50 segundos de jogo e Andrelino empatou para o Leão de Santarém aos 29. O gol do título foi marcado por Fabinho Alves, aos 9 minutos do segundo tempo. O Papão encerrou sua vitoriosa campanha sem ter perdido nenhum jogo.

Campeonato Alagoano - CRB Campeão

No Campeonato Alagoano, o CRB ganhou de 1 a 0 do rival CSA e garantiu o 29º título estadual da sua história. A conquista veio após a equipe já ter vencido a primeira partida da final por 2 a 0. A campanha do CRB no campeonato foi a seguinte: 10 vitórias, 4 empates e cinco derrotas. O artilheiro do time foi Lúcio Maranhão, com oito gols.

Campeonato Mato-Grossense – Luverdense Campeão

Depois de empatarem por 0 a 0 no primeiro jogo da final, disputado no estádio Passo das Emas, Sinop e Luverdense jogaram neste domingo no Estádio Gigante do Norte, em Sinop. E o título ficou com o Luverdense, que venceu por 1 a 0 e levou o caneco. A campanha teve 11 vitórias, cinco empates e duas derrotas. Este é o terceiro título da equipe na história da competição.

Campeonato Potiguar – ABC Campeão

Esqueça o equilíbrio do primeiro jogo da final, quando ABC e América empataram por 3 a 3. Na partida decisiva, neste sábado (7), atuando diante de sua torcida, o ABC não tomou conhecimento do rival e atropelou-o: 4 a 0, com gols de Echeverria, Jones Carioca e de Nando, artilheiro do estadual, que marcou duas vezes. O Frasqueirão lotado festejou o fim de um jejum de cinco anos sem erguer a taça do Campeonato Potiguar. Esta foi a 54ª vez que o ABC levou o título estadual, o time com maior número de títulos do país.

Campeonato Sergipano – Sergipe Campeão

A conquista do Sergipe começou a ser construída no fim de semana passado, quando o Mais Querido venceu por 1 a 0 o Itabaiana. Precisando de apenas um empate para ficar com o título, o Sergipe foi buscar o resultado depois de sair atrás no placar. O empate veio com uma cabeçada certeira de Bruno Iotti, aos 40 minutos do primeiro tempo. O 1 a 1 garantiu o 33º título do Sergipe, que deu a volta olímpica em pleno Mendonção, na cidade de Itabaiana.

Campeonato Brasiliense – Luziânia Campeão

Pela segunda vez na história, um time goiano venceu o campeonato do Distrito Federal. O bicampeonato do Luziânia, equipe da cidade de mesmo nome e que fica a 59 quilômetros de Brasília, foi sacramentado com gol do talismã Tatuí, que saiu do banco para marcar o único tento do jogo, aos 43 minutos da segunda etapa. No placar agregado, o Luziânia bateu o Ceilândia por 3 a 0 e terminou o campeonato invicto.

Campeonato Sul-Mato-Grossense – Sete de Dourados Campeão

No Mato Grosso do Sul, a equipe do Sete de Dourados ganhou o primeiro título da sua história após derrotar o Comercial por 2 a 0. A equipe já havia vencido a primeira partida da final por 2 a 1. A campanha teve nove vitórias, três empates e quatro derrotas.

Campeonato Capixaba – Desportiva Campeã

Mesmo tendo a vantagem de jogar pelo empate, a Desportiva confirmou seu 18º título estadual com autoridade: vitória por 1 a 0 em cima do Espírito Santo, com um gol de pênalti anotado pelo meia Edinho. Nem a expulsão do volante Vandinho, com dez minutos da etapa final, freou a Locomotiva em seu caminho até o caneco. Além do campeonato, a Desportiva garantiu vaga para Série D e será a representante do Espírito Santo na Quarta Divisão de 2017.                                                                  (Fonte:http://www.ebc.com.br/esportes)

domingo, 1 de maio de 2016

Doriva vê Bahia prejudicado pela arbitragem e afirma: 'Ninguém jogou a toalha' por Ulisses Gama


Doriva vê Bahia prejudicado pela arbitragem e afirma: 'Ninguém jogou a toalha'
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias
Na tarde deste domingo (1º), o Bahia não jogou bem e acabou derrotado pelo Vitória por 2 a 0, no Barradão, pela primeira partida da final do Campeonato Baiano. Após o confronto, o técnico Doriva avaliou que a sua equipe tomou um gol em um momento onde estava melhor. De acordo com o técnico tricolor, o pênalti marcado por Anderson Daronco prejudicou o seu time, que tentou reagir, mas não conseguia a posse de bola."Acho que a equipe tomou um gol num momento que estava melhor. Estava bem, criando chances, colocando o Vitória no campo deles. Tomamos um gol onde não houve penalidade. Fomos prejudicados nesse sentido. Depois disso a equipe tentou reagir, se expôs um pouco mais e não estava conseguindo ganhar a segunda bola, permitindo que o Vitória tivesse outra chance. Precisamos minimizar isso para que a gente melhore o nosso jogo. Tivemos possibilidades e perdemos", afirmou o treinador, que não considera uma queda de rendimento dos seus comandados. "Queda de rendimento não. A equipe foi bem até tomar o gol. Depois a equipe deu uma desestabilizada por querer buscar o resultado e proporcionou jogadas para o adversário, mas não é uma queda de rendimento", pontuou. Mostrando abatimento pelo revés, o comandante tricolor pediu o apoio da torcida e afirmou que o Esquadrão não desistiu do título. Ao falar sobre o próximo jogo, o treinador lembrou de 2015, quando o tricolor reverteu uma final contra o Vitória da Conquista. "O torcedor está chateado, mas nós estamos chateados também. O torcedor é maior que o resultado. Vamos dar a nossa vida para reverter. Vamos necessitar do torcedor. Só assim faremos um grande jogo. Ninguém jogou a toalha. Isso aconteceu no ano passado. Esperamos reveter e dar alegria ao torcedor", completou. Para conquistar o estadual, o Bahia precisa vencer o Vitória por dois gols de diferença no próximo domingo (8), às 16h, na Arena Fonte Nova

Hernane reclama de atitude da equipe: 'Sempre tem algo a mais para dar' por Matheus Caldas

Hernane reclama de atitude da equipe: 'Sempre tem algo a mais para dar'
Foto: Jefferson Peixoto/Ag Haack / Bahia Notícias
Após a derrota do Bahia para o Vitória por 2 a 0, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Baiano, o centroavante Hernane reclamou da atitude da equipe no Barradão. Para o camisa 9 tricolor, a atuação do Bahia não foi das melhores. “Eu acho que sempre tem algo a mais para dar”, disse o jogador, em entrevista à TV Bahia. “Não foi a marcação do Vitória. Acho que faltou atitude da nossa equipe. Pecamos muito no último passe, ali na frente da área”, lamentou. O próximo jogo entre as duas equipes acontece no próximo domingo (8), na Fonte Nova, com mando do Bahia. O Tricolor precisará vencer por dois gols de diferença para levar o título baiano.

Santa Cruz empata com o Campinense e leva o título da Copa do Nordeste

Santa Cruz empata com o Campinense e leva o título da Copa do Nordeste
Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press
O Santa Cruz arrancou um empate por 1 a 1 contra o Campinense, neste domingo (1º) e conseguiu seu primeiro título da Copa do Nordeste. O time paraibano abriu o placar com Rodrigão, explodindo o estádio. No entanto, Arthur , num lance brigado, empatou o time para o time pernambucano, dando o título ao Santinha.

Após polêmica envolvendo sua escalação, VR3 desabafa: 'Aqui se faz, aqui se paga'

Após polêmica envolvendo sua escalação, VR3 desabafa: 'Aqui se faz, aqui se paga'
Foto: MAX HAACK / Ag Haack / Bahia Notícias
O Ba-Vi é um clássico apimentado por si só. A rivalidade e a história do principal confronto do estado ajudam a criar esse ingrediente. Para o zagueiro Victor Ramos, no entanto, o maior rival parecia estar entalado. Na polêmica envolvendo uma suposta escalação irregular do zagueiro, o Bahia, junto ao Flamengo de Guanambi, resolveram colocar o Leão na Justiça.

Após o triunfo do Vitória por 2 a 0, neste domingo (1º), o defensor desabafou. “Faz parte. No clássico tudo que é para motivar, faz parte. Futebol é jogado nas quatro linhas. Deixa o Bahia falar e fazer o que quiser. Na vida tem um ditado: aqui se faz, aqui se paga. Futebol é jogado. Vamos jogar com o pé no chão e, na Fonte Nova, vamos levantar o caneco”, disse o jogador.

Victor Ramos e o Bahia voltarão a se enfrentar no próximo domingo (8), pelo segundo jogo da final do Baianão. Para ser campeão, o Vitória pode perder até por um gol de diferença. O Bahia precisa vencer por dois ou mais gols para levantar o troféu.

Vitória 2 X 0 Bahia. Gols de Diego Renan e Amaral. (1/5/2016)

Ipiaú: Alto da Carolina vence de virada e é campeão da Copa Regional de Futebol

Time comemorou com a torcida que lotou o estádio (Foto:Giro em Ipiaú)
A 1ª edição da Copa Regional de Futebol do Vale Rio das Contas chegou ao fim após a realização de 15 partidas, e conheceu o seu grande campeão: Ipiaú Alto da Carolina. A final foi disputada no estádio municipal Pedro Caetano sob o olhar de centenas de pessoas, que fizeram uma linda festa nas arquibancadas, com direito a charanga e fogos de artifício. O jogo em si foi de boa qualidade, muito disputado, com superioridade da equipe de Dário Meira na etapa inicial, que teve por mais tempo a bola, trocou muitos passes, movimentou-se bastante, chegou algumas vezes com perigo e numa cobrança de falta magistral, o meia Lei, camisa 10 de Dário Meira, abriu o placar, deixando o ótimo goleiro Binho sem reação.
Dário Meira dominou o jogo no 1º tempo (Foto:Giro em Ipiaú)
A equipe de Dário Meira poderia ter marcado mais gols, no entanto, desperdiçou as oportunidades. Na etapa final, por sua vez, o time do Alto da Carolina melhorou na partida, tomou mais a iniciativa, ganhou velocidade com a entrada de alguns jogadores, e também numa cobrança de falta saiu o gol de empate, numa cobrança perfeita do lateral esquerdo Cebinho, que havia entrado no segundo tempo.
Gol de Dário Meira após uma cobrança de falta (Foto:Giro em Ipiaú)
Com o gol, a equipe de Ipiaú cresceu na partida e sufocou o adversário de tal maneira, que aos 38 minutos, Cosminho jogou a bola na área, e o zagueiro Ramon, que entrara na partida havia pouco tempo, virou o placar cabeceando no canto direito do goleiro Rose, de Dário Meira. Nos minutos finais, o Alto da Carolina segurou o placar, e sagrou-se o grande campeão da Copa Regional de Futebol, que foi, diga-se de passagem, um grande sucesso, contando com a participação de 8 equipes e organizado pela diretoria de esportes do município de Ipiaú, comandada pelo esportista Iran. (GIRO/Romário Henderson)

terça-feira, 19 de abril de 2016

Atleta de Ipiaú fatura a 2ª posição na Meia Maratona da Costa do Descobrimento

Tauan Silva ficou em 2º lugar na Meia Maratona da Costa do Descobrimento
Aconteceu neste fim de semana na cidade de Porto seguro a "Meia Maratona da Costa do descobrimento" e o atleta ipiauense, Tauan Silva que compete pele equipe Clube da corrida de Vitória da Conquista ficou em segundo lugar na sua categoria (20 – 29 anos) e na modalidade de 10km. Se Tauan foi muito bem, sua equipe fez ainda melhor e conquistou muitas medalhas com, Taiane Lima 1º lugar geral feminino 5km, Fal Fernandes 2º lugar geral masculino 5km, Adriano Santana, 1º lugar geral masculino, Benedito, 1º lugar nos 21km categoria 40 – 49 anos. Participaram da competição atletas de 15 estados brasileiros e mais 2 países (México e Chile). “Agradeço a Deus e a todos que me apoiam nessa luta. Obrigado a todos”, agradeceu Tauan.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Futebol: Nos pênaltis, Bugi Mirim sagra-se campeão da Copa Verão Sub 23

imprimir
Jogos da competição foram realizados no Campo da Baixada (Foto:Giro em Ipiaú)
Na manhã desse domingo (17), no campo da baixada, a bola rolou para a grande final da Copa Verão de Futebol Sub 23, entre Bugi Mirim e Bayern de Munique. A competição foi muito bem conduzida pela Associação Cultural Desportiva da Baixada, que tem como presidente o desportista Denis Barão. O Bugim Mirim chegou à final com a seguinte campanha: 03 vitórias, 01 empate e 01 derrota, 12 gols pró e 07 gols contra. Já a campanha do Bayern de Munique foi a seguinte: 02 vitórias, 02 empates e 01 derrota, 13 gols pró e 08 gols contra.
Bugi Mirim venceu nos pênaltis (Foto:Giro em Ipiaú)
Na decisão, o Bugi Mirim abriu com facilidade 2 a 0 no primeiro tempo, com gols de Davi e Adinael. Na etapa complementar, o Bayern conseguiu se recuperar e foi buscar o empate com gols de Juninho e Rafael Pezão. Nas penalidades máximas, o Bugi Mirim se deu bem e sagrou-se campeão da I edição da Copa Verão de Futebol Sub 23. (Giro/Romário Henderson)

Ipiaú: Alto da Carolina vence o Bairro Novo e está na final da Copa Regional

Partidas são realizadas no estádio Pedro Caetano (Foto:Giro em Ipiaú)
A primeira semifinal realizada na tarde de domingo (17), no estádio municipal Pedro Caetano, diante de centenas de torcedores, definiu o Alto da Carolina como o primeiro finalista da I Copa Regional de Futebol do Vale Rios das Contas, ao vencer o clássico contra o Bairro Novo pelo placar de 1 a 0, com gol do atacante Jaquinho. A partida foi muito equilibrada e muito marcada, sem muita produção de jogadas, e depois do gol marcado pelo Alto, o jogo ficou muito catimbado, houve muita provocação entre os atletas das duas equipes, mas felizmente não houve maiores transtornos em campo.
Torcida tem prestigiado a competição (Foto:Giro em Ipiaú)
O Alto da Carolina, que quase foi eliminado na primeira fase, carimbou seu passaporte para a final, aguardando agora o vencedor do confronto entre Dário Meira e Itagibá, que vão se enfrentar no próximo domingo (24), no estádio municipal Pedro Caetano, às 15h. A I Copa Regional de Futebol do Vale Rio das Contas vem sendo conduzida de maneira brilhante pelo diretor de esportes do município, Iranildo Lima, e toda a sua equipe. (Giro/Romário Henderson)

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Sorteio de grupos do futebol nas Olimpíadas acontece na quinta; entenda como funciona

A Federação Internacional de Futebol (Fifa), divulgou, quem serão os países cabeças de chave dos torneios masculinos e femininos de futebol da Olimpíada do Rio de Janeiro. Foi apresentada à divisão dos potes do sorteio que será realizado na próxima quinta-feira (14), às 10h30 (horário de Brasília), no Maracanã. No masculino, além do Brasil, anfitrião dos jogos, ficaram no pote 1 Argentina, México e Japão. No pote 2, Nigéria, Coreia do Sul, Honduras e Iraque. No pote 3, Suécia, Fiji, Portugal e África do Sul. Por fim, no pote 4, Argélia, Colômbia, Dinamarca e Alemanha. Fonte; http://www.ebc.com.br/