'Temos maioria'; Rui minimiza perda do governo na Al-BA e evita falar sobre vira-folhas PRB e PSC

O governador eleito Rui Costa (PT) minimizou a redução de oito cadeiras da base aliada na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Atualmente, o governo tem 44 deputados estaduais, mas apenas 36 foram eleitos para o próximo mandato, considerando que as vagas do PSB e PSL devem se somar às da coligação de PT, PSD, PP, PDT, PCdoB e PR. "Eu fui eleito com uma base de partidos e a nossa base fez a maioria da Assembleia - considerando a atual configuração do legislativo. Minha base não é só do Partido dos Trabalhadores, mas do conjunto de partidos. Nós temos maioria, e eu vou me relacionar mantendo uma relação política de respeito. Com certeza não teremos dificuldades na aprovação de projetos da AL-BA", afirmou Rui nesta segunda-feira (6). O gestor afirmou que só pensará na relação com os demais partidos após o segundo turno das eleições presidenciáveis - a exemplo do PRB e do PSC, que são da base de Jaques Wagner, mas fizeram parte da chapa da oposição em 2014. "Confesso que de ontem pra hoje, além de ter o filme passando e a emoção na cabeça, eu só estou pensando na campanha de Dilma. Só vou pensar em montagem de equipe, montagem de governo e na relação com os partidos após o segundo turno", disse Rui. O governador também adiou conversas sobre a formação do secretariado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação