Citado em operação da PF, ministro da Agricultura diz estar com 'consciência tranquila'

Citado na investigação da operação Terra Prometida, da Polícia Federal (PF), o ministro da Agricultura, Neri Geller, declarou neste sábado (29) que está com a “consciência tranquila”. A ação deflagrada na última quinta em Mato Grosso e outros três estados combate fraudes na concessão de áreas da União destinadas à reforma agrária. Dois irmãos de Geller foram presos na operação e já prestaram depoimento à PF. Também já foram presas outras 31 pessoas. Apesar da citação, de acordo com a polícia, o titular da Agricultura não é alvo de investigação. “Eu estou muito tranquilo, estou com a consciência tranquila. Não estou sendo investigado, mas mesmo se estivesse, não teria problema algum", disse, em entrevista ao G1. Conforme depoimentos colhidos pela PF, Geller seria proprietário de dois lotes em um assentamento em Itanhangá (MT). A área destinada à reforma agrária, conforme apontou o Ministério Público Federal (MPF), já foi totalmente descaracterizada e serviria à exploração de monocultura e não a lavouras de agricultura familiar.
Representante para Ipiaú e região: 73-88616914, Serginho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação