Mãe de adolescente desaparecido pede apoio da Anistia Internacional

A mão do garoto Davi Fiuza, desaparecido há 29 dias depois de uma operação policial, vai levar o caso para a Anistia Internacional. Ruth Santos Fiuza decidiu pela ação após a demora de resposta por parte da Polícia Militar da Bahia. Ela também vai solicitar a intervenção da Polícia Federal na elucidação do caso. “Eu fico indignada como é que se leva quase um mês para saber quem estava no plantão no dia que levaram o meu Davi. A Polícia Militar tem câmera, GPS e ainda se comunicam por rádio. Tem algo muito estranho no meio disso tudo”, declarou Ruth ao Correio. De acordo com familiares de Davi, o adolescente desapareceu após uma operação policial na Rua São Jorge, no bairro de São Cristóvão, entre Salvador e Lauro de Freitas. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação