PSB proíbe filiados de ocupar cargos no governo Dilma

A Executiva Nacional do PSB anunciou, nesta quinta-feira (27), que filiados do partido não poderão ocupar cargos no governo da presidente eleita Dilma Rousseff (PT). "Ninguém ocupará cargo no governo em nome do PSB. Nem nesse governo que se encerra e nem no próximo", disse o presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira. Sem a presença de Marina Silva, que ficou em terceiro lugar na corrida pela Presidência da República, a legenda divulgou que se manterá independente em relação ao governo petista, mas não se colocará como oposição. Siqueira não citou possíveis penalidades caso filiados integrem o governo, mas afirmou que os casos serão analisados. De acordo com o UOL, a posição não impediu que o líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque, fosse mais firme. "Se quiser ir para o governo, pede para sair do PSB e fica bem mais fácil", afirmou Albuquerque. Segundo o presidente do grupo, contudo, a proibição se relaciona ao âmbito federal e não impede que, nos governos estaduais, os dois partidos integrem seus membros. O PSB apoiou a candidatura de Dilma no segundo turno em quatro estados: Acre, Amapá, Paraíba e Bahia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César