Visita constante ao pediatra evita câncer infanto juvenil, adverte médico

Lembrado neste domingo (23), o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantilreforça as preocupações contra a principal causa de morte na faixa etária de 0 a 19 anos. Segundo a oncologista pediátrica do Hospital Santa Izabel, em Salvador, Flávia Nogueira, a Bahia deve ter uma média de 450 casos novos até o final do ano, percentual que corresponde a 16% do número registrado na região Nordeste (2,8 mil), conforme dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). No Brasil, serão 11,8 mil casos novos até 31 de dezembro deste ano.  Para o também oncologista pediátrico Bruno Freire, não existe até o momento procedimento específico para detectar o câncer em crianças, mas a avaliação clínica regular é capaz de identificar as neoplasias. “A visita constante ao pediatra é suficiente para perceber o problema e encaminhar para o tratamento. O problema é que alguns pais só levam os filhos quando o problema já está avançado”, disse em entrevista ao Bahia Notícias. O médico informa que, ao contrário do aparecimento do câncer em adultos, não há fatores de risco facilmente identificáveis nos pequenos. “É diferente. No adulto, por exemplo, você tem o tabagismo como fator de risco para câncer de pulmão”, explica. Segundo ele, fatores genéticos são determinantes, em muitos casos, para o aparecimento dos tumores. “A maioria desses tumores vêm de células embrionárias, células primitivas”, diz. A boa notícia é que, quando diagnosticado no princípio, a possibilidade de cura é de 70%, com a criança podendo ter uma vida normal depois do tratamento. Conforme dados do Inca, os tipos mais comuns de câncer infantojuvenil são a leucemia (de 25% a 35% dos casos) e os tumores do Sistema Nervoso Central (até 15%). O pico de incidência se dá entre nove e dez anos de idade. Na Bahia, algumas unidades oferecem tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), como os hospitais Aristides Maltez, Santa Izabel e Martagão Gesteira na capital, além dos hospitais da Criança, em Feira de Santana, e Manoel Novaes, em Itabuna, sul do estado. Neste mês, ocorre em todo país, o Novembro Dourado, campanha que chama atenção para a prevenção dos tumores malignos no começo da vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação