Rui vai extinguir secretarias e empresas públicas para enxugar R$ 200 milhões

O governador eleito Rui Costa (PT) deseja reduzir o número de secretarias – de 27 para 23 – e cortar de gastos para gerar uma economia de R$ 200 milhões caso o projeto seja aprovado pela Assembleia Legislativa (AL-BA). A proposta será apresentada na manhã desta segunda-feira (1º) aos deputados da base governista. Para que passe a valer no próximo 1º de janeiro, a Casa deve votar o texto ainda em dezembro. De acordo com interlocutores próximos ao governador, serão criadas duas novas secretarias: Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) e de Desenvolvimento Rural (SDR). Haverá também reestruturação do Derba, Bahiatursa, EBDA e Ebal. As pastas na mira de Rui são a Secretaria Extraordinária da Indústria Naval e Portuária (Seinp), e a Secretaria para Assuntos Estratégicos, atualmente sob a gestão do ex-vereador do partido aliado do governador Jaques Wagner (PT), Edvaldo Brito. Existe também a possibilidade da Superintendência de Construções Administrativas da Bahia (Sucab) deixar de existir por desempenhar funções semelhantes que a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação