'Carballal já está fora do PT', diz o vereador Gilmar Santiago sobre 'colega' petista

Líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador, o vereador e líder da oposição Gilmar Santiago (PT) partiu para o ataque contra o ‘colega’ de plenário e partido, o também vereador pelo PT, Henrique Carballal. Em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, Santiago rebateu as acusações de Carballal devido ao apoio dado à reeleição do presidente da Câmara, Paulo Câmara, ao dizer que o líder da oposição teria feito uma suposta aliança com o prefeito ACM Neto no caso. “Foi uma posição majoritária na bancada, decidida em reuniões à luz do dia que contaram com a presença dele e de todos os outros vereadores do PT, e do amparo da nossa executiva municipal e estadual. O que estranho é que Carballal foi eleito ouvidor alcançando a proeza dos 26 votos, sendo que, além dele, somente Moisés (Rocha, também do PT) optou por ele em detrimento da nossa representante, Aladilce Souza (PC do B). Ou seja, foi a bancada de ACM Neto que deu a ele o cargo de ouvidor. Portanto quem fez aliança com Neto foi ele”, respondeu Santiago. O vereador petista reafirmou sua posição de oposição e disse que Carballal está perto de ser desligado do Partido dos Trabalhadores. “Nesses dois anos de governo o líder da oposição na Câmara nunca esteve no gabinete do prefeito ou em algum evento público promovido por ele, como frequentemente faz o vereador Carballal, que diz aparecer ali por acaso. Eu não preciso pedir mais a expulsão porque a executiva do partido já tomou essa decisão. Do ponto de vista concreto Carballal já está fora do PT. Do ponto de vista formal ele ainda está filiado, restando algumas taxativas para o seu desligamento”, sentenciou Santiago.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César