Secretário de Saúde vai a Santo Amaro diagnosticar realidade de hospital da Santa Casa

O Hospital Octavio Pedreira, em Santo Amaro, Recôncavo baiano, foi motivo de reclamação de ouvinte durante a entrevista do secretário de saúde do Estado (Sesab), Fábio Vilas Boas, no programa Acorda pra Vida, da Rede Tudo FM, 102,5, nesta segunda-feira (12). O secretário informou que nesta terça-feira (13), uma equipe da Sesab vai até o município para diagnosticar a realidade do hospital, ligado à Santa Casa de Misericórdia da cidade e tem como administradora a Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI).  “Uma equipe da secretaria, juntamente com uma equipe da superintendência da regulação, vai ao município fazer um levantamento da situação da saúde. Durante a tarde, quando a equipe retornar, vou me reunir com o prefeito Ricardo Machado, para resolver os problemas que forem identificados durante a visita da equipe”, disse o secretário. Segundo a Sesab, R$ 140,8 mil já foram liberados para a APMI pagar os funcionários. A secretaria informou também que o montante liberado corresponde a 72% do total contratualizado, estimado em R$ 194 mil. A redução de repasse à APMI se deve “ao não cumprimento de metas definidas”, informou a pasta. Ainda segundo a Sesab, “não há repasses em débito por parte do Fundo Estadual de Saúde e a APMI é responsável pelos suprimentos e recursos humanos” do estabelecimento. A Sesab prometeu também revisar contratos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação