Dirceu critica medidas para ajuste fiscal anunciadas por Joaquim Levy

O ex-ministro José Dirceu, em prisão domiciliar, fez críticas à política econômica do atual ministro da Fazenda Joaquim Levy, que se comprometeu com o ajuste fiscal e o superávit primário de 1,2% do PIB. Em publicação em seu blog pessoal nesta quinta-feira (19), Dirceu comenta que a medida de Levy vai na contramão das medidas tomadas pelos países economicamente desenvolvidos, que seriam de redução de juros e investimento para evitar a deflação e revalorizar os ativos. “Não seria o caso de abrir um diálogo nacional sobre nossa crise e sobre como sair dela? Por que apresentar como única saída a austeridade, que não surtiu efeito em nenhum outro país – principalmente na Europa – onde foi adotada? No nosso caso, não haveria outras saídas, com reformas como a tributária? Não é o caso de se aproveitar a desvalorização cambial para reformar toda nossa política de comércio exterior fazendo avançar as exportações e a recuperação da indústria?”, questiona Dirceu. O ex-ministro pede, também reformas tributária, financeira, bancária e na política de comércio exterior.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação