Filho de investigado na Lava Jato, deputado baiano integra CPI da Petrobras

Filho do vice-governador da Bahia – João Leão (PP), investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato -, o deputado federal Cacá Leão (PP) integra a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) responsável por dar continuidade às apurações do caso na Câmara dos Deputados. Contatado pelo Bahia Notícias, o parlamentar recusou as chamadas e não respondeu as mensagens enviadas pelo aplicativo Whatsapp. De acordo com matéria do BN, Cacá recebeu, na eleição de 2014, R$ 306.991,83 das empresas envolvidas no escândalo. A principal doadora da campanha do pepista – entre as empresas que ele deve investigar - foi a OAS que, por meio do partido, entregou R$ 200 mil e, por doações intermediadas pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), repassou R$ 4.136,42. Também arrolada no processo, a Andrade Gutierrez contribuiu para a eleição de Cacá – ainda pelo intermédio de Rui - em R$ 100 mil. A UTC foi mais modesta: doou apenas R$ 2.855,41 para ajudar Leão chegar à Câmara dos Deputados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação