'Não é fácil, mas é benéfico', diz procuradora sobre convivência no Ministério Público de Contas

Camila Vasquez, procuradora-geral do Ministério Público de Contas, órgão ligado ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), foi nomeada – através de concurso público – pelo ex-governador Jacques Wagner (PT) no dia 14 de fevereiro de 2013, para o biênio 2013-2015. Camila, que ainda não chegou aos trinta anos, foi nomeada para chefiar o setor no Tribunal por um período de dois anos. Formada em Direito pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Camila Vasquez acredita que o Ministério Público presta um serviço essencial e carecido pelo TCM. Casada com o deputado federal Mário Negromonte Jr. (PP), nora do conselheiro do TCM, Mário Negromonte e da prefeita do município de Glória, Ena Vilma, Camila diz que para lidar com essa “sinuca de bico” familiar, é necessário separar a vida pessoal da vida profissional: “no momento em que você senta na cadeira, tem que pensar na instituição, e quando saio da cadeira, eu vivo minha vida”.Clique aqui e leia a entrevista completa na coluna Municípios.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação