Vitória vence Macaé e segue na luta pelo título do Brasileirão da Série B por Edimário Duplat

Vitória vence Macaé e segue na luta pelo título do Brasileirão da Série B
Foto: Reprodução/Sportv
O Vitória conseguiu quebrar um jejum indigesto e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo jogando fora de casa, o Leão conseguiu derrotar o Macaé por 2 a 0 e chegou aos 60 pontos, se aproveitando da derrota do Botafogo para seguir com o sonho do título na competição nacional. Na terceira posição, os baianos perdem para o América Mineiro apenas no número de triunfos.


O confronto já começou com o Vitória imprimindo bastante velocidade no seu campo ofensivo e tentando surpreender os cariocas. Entretanto, foram os donos da casa que criaram o primeiro lance de perigo aos três minutos, quando Fernando Neto recebe a bola sozinho e na hora da conclusão é marcado em posição irregular.
Também precisando do triunfo na partida, o Macaé explorava as laterais do campo para surpreender em lances de bola aérea. Mesmo assim, o poder ofensivo do Leão da Barra surtiu efeito logo antes dos dez minutos. Recebendo boa bola pelo meio-campo, Vander carregou a pelota e em um belo chute conseguiu vencer Rafael para abrir o placar no Moarcyzão.

Atrás do marcador, o time alvianil partiu para o ataque e teve boa chance aos 12, com Julião cruzando para desvio da zaga rubro-negra. Com a vantagem, os visitantes foram diminuindo o ritmo aos poucos e deixaram o Macaé com mais chances de buscar o empate. Aos 17, Fenando Neto arriscou de primeira para defesa tranquila de “Gatito” Fernández.
Com poucos lances de ataque no decorrer da primeira etapa, o jogo acabou se tornando morno na cidade carioca, com as equipes disputando mais os lances no meio-campo. Apesar de melhor controle dos lances, a equipe comandada por Vagner Mancini não conseguia vencer a defesa praiana, que anulava as investidas do rubro-negro baiano. Aos 26, Vander arriscou mais uma vez de fora da área e viu a bola passar distante do gol dos anfitriões.


Aos 34, Rhayner também se aproveitou de abertura da zaga rival para chutar em direção a Rafael e ver a bola ir para escanteio. Na cobrança, o atacante ainda acertou de cabeça para mais uma vez ver o desvio da pelota para a linha de fundo. Sem muitas emoções no primeiro tempo, o Macaé quase chegou ao empate aos 44. Juninho chuta de longe para defesa de Gatito Fernández, que espalma e deixa a bola livre para Anderson Manga acertar a trave do Vitória.
Nos início dos 45 minutos finais, a equipe do norte fluminense começou pressionando para chegar logo ao empate. Aos dois, Gedeil recebe cobrança de escanteio e na hora da conclusão escorregou dentro da pequena área. Apostando nos contra-ataques, o Leão da Barra tentava resolver a partida, mas esbarrava nos defensores rivais.
Aos oito, Diego Corrêa armou bela jogada pela lateral e cruzou rasteiro para interceptação precisa de Kanu, que chegou antes da dupla Romário e Pipico.  Logo depois, aos nove, foi a vez de Pipico chegar pelo mesmo lado e driblar Diogo Mateus para chutar no travessão do Vitória. Os baianos responderam rapidamente com Vander, que em rápido contra-ataque dribla toda a zaga alvianil para tentar por cobertura e ver a bola resvalar na trave antes de ir para fora. 



Insistindo nos lances ofensivos, o Leão Carioca teve mais outra bela chance aos 17, quando Murilo recebeu cruzamento de Fernando Neto e errando no chute. Um minuto depois, o mesmo atacante partiu sozinho, mas demorou de concluir e foi interceptado pela defesa do Vitória.
Os Soteropolitanos tiveram uma bela chance de ampliar o marcador aos 20, quando Kanu cabeceou em cima de Rafael e no rebote a bola acabou saindo pela linha de fundo. Na confusão, o goleiro do Macaé empurrou o zagueiro do Vitória e foi expulso pelo árbitro da partida. Com isso, o segundo goleiro Marcos Felipe entrou no lugar do zagueiro Igor Julião.



Mesmo com um a menos, o clube carioca insistia em mudar o resultado do jogo e esbarrava na zaga rubro-negra, que se mostrava bem postada nos lances aéreos do adversário. Aos 28, outra boa oportunidade de gol do Vitória para nas mãos do goleiro alvianil. Em cruzamento de Vander, a bola sobra para o ataque rubro-negro escorar para Rafaelson, que cabeceia para defesa rápida de Marcos Felipe. 



Valorizando os contra-ataques, a equipe de Vagner Mancini assustava o clube anfitrião em lances rápidos que davam trabalho ao arqueiro carioca. Melhor na partida, o Vitória quase chegou ao segundo com uma bomba de Elton, que aciona mais uma vez Marcos Felipe. O Macaé respondeu com Pipico, que esbarrou nas mãos do goleiro rubro-negro. Aos 40, Rhayner faz bela jogada e chuta nas mãos do arqueiro praiano. No rebote, a bola ainda bate na trave e frustra os torcedores rubro-negros presentes no estádio.



E depois de tanto insistir, o Vitória se aproveitou de mais um contra-ataque e conseguiu matar o jogo. Aos 46, Rhayner partiu com a bola e foi sozinho até a pequena area carioca, driblando o goleiro e fechando o jogo em 2 a 0.



Agora, o Vitória volta a jogar fora de casa na próxima terça-feira (10), onde enfrenta o América Mineiro no Independência. Já o Macaé recebe o Náutico no Moarcyzão.



FICHA TÉCNICA
Macaé x Vitória
Série B -34ª rodada
Local: Moacyrzão, em Macaé (RJ)
Horário: 16h30 (da Bahia)
Data: 07/11/2015
Gols: Vander, Rhayner
Cartão Amarelo: Pipico, Douglas Assis, Rafaelson
Cartão Vermelho: Rafael
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Macaé: Rafael, Igor Julião (Marcos Felipe), Ramon, Douglas Assis (Romário), Frauches, Diego; Gedeil, Juninho, Fernando Neto; Pipico e Anderson Manga (Murilo). Técnico: Josué Teixeira.
Vitória: Júnior Gatito; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Pedro Ken (Jorge Wagner), Flávio e Rhayner; Vander (Pereira) e Rafaelson (Elton). Técnico: Vagner Mancini.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação