Justiça determina cancelamento da assembleia geral do Vitória por Glauber Guerra

A assembleia geral extraordinária do Vitória marcada para o próximo domingo (20), na Arena Fonte Nova, está cancelada. Pelo menos por enquanto. Os conselheiros do clube Dilson Júnior e Juarez Dourado Wanderley ingressaram com uma ação na Justiça Comum para impedir o evento, o que foi acatado parcialmente pelo juiz Gustavo da Silva Machado, da 1ª vara de Juizado Especial de Causas Comuns. “Ante ao que tudo está provado nos autos, extingo o processo com resolução do mérito, julgando parcialmente procedente os pedidos formulados determinando – inclusive em sede de antecipação de efeitos de tutela – que o Esporte Clube Vitória não convoque Assembleia Geral com o fito de submeter à aprovação projeto de reforma do seu estatuto, sem que haja prévia apreciação das emendas propostas pelos conselheiros e aprovação do respectivo projeto pelo Conselho Deliberativo – consoante procedimento assentado em reunião do Conselho Deliberativo de 25/09/2015 – ante a nulidade, ora observada, da aprovação levada a cabo na reunião do Conselho Deliberativo de 23/11/2015, sob pena de multa a ser fixada por este Juízo e da nulidade dos atos praticados na assembleia”, diz trecho da setença.  O encontro foi marcado pelo deputado federal e presidente do conselho deliberativo, José Rocha (PR), com o objetivo de realizar mudanças no estatuto da agremiação. O principal ponto é a implantação de eleições diretas. A decisão cabe recurso. Na última sexta (11), Raimundo Viana, mandatário do Leão, já havia classificado o evento como“extraoficial” (leia aqui).
Fonte Bahia noticias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BARRA DO ROCHA: HOMEM É ASSASSINADO À GOLPES DE FACÃO EM FAZENDA

'Um dos maiores da história', diz Petkovic sobre Júlio César

Vinícius faz golaço em empate do Real B, mas é expulso por simulação